Paulo Cesar Stringheta, professor e pesquisador do DTA, recebe Prêmio André Tosello

Endereço

Departamento de Tecnologia de Alimentos
Campus Universitário
36570-900 – Viçosa – MG – BR
Tel.: +55 (31) 3899-1756
E-mail: dta@ufv.br

Informativo

Professor do Departamento de Tecnologia de Alimentos recebe Prêmio André Tosello

stringheta

O professor e pesquisador Paulo Cesar Stringheta, vinculado ao Departamento de Tecnologia de Alimentos (DTA) do campus UFV-Viçosa, foi agraciado com o Prêmio André Tosello de 2020. A distinção, que é concedida pela Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos (sbCTA) a cada dois anos, destaca profissionais que promovem o desenvolvimento das ciências básicas e aplicadas relacionadas aos alimentos no país. A premiação foi realizada virtualmente, durante a cerimônia de abertura do Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos, no dia 2 dezembro.

Paulo recebeu o Prêmio – que consiste em um diploma – como um reconhecimento da sua trajetória profissional, iniciada na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) – época em que recebeu outra distinção, como Jovem Cientista – e consolidada no campus UFV-Viçosa. De acordo com ele, o mérito também é do DTA, dos colegas professores, servidores técnico-administrativos e estudantes, que “de forma significativa” contribuíram com o desenvolvimento da sua carreira na Universidade.

Realizações

No percurso acadêmico de Paulo estão a graduação em Agronomia (concluída em 1975) e o mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos (1978) cursados na Universidade Federal de Viçosa, além do doutorado em Ciência de Alimentos (1991) cursado na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Em sua trajetória profissional estão 44 anos de experiências na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos: quatro na Embrapa (de 1975 a 1980) e 40 no campus UFV-Viçosa (desde 1980), onde segue desenvolvendo atividades de ensino, pesquisa e extensão. Atualmente, sua ênfase está nos corantes naturaisalimentos orgânicosalimentos funcionais e compostos bioativos.

Durante esses 40 anos na Universidade, Paulo coordenou projetos de pesquisas financiados pelo CNPq, Fapemig e Finep, dentre outros; orientou ou coorientou 93 dissertações de mestrado e 62 teses de doutorado; publicou 196 artigos em periódicos científicos, 323 artigos em congressos, oito livros e 28 capítulos de livros e ministrou 95 palestras. Na instituição, onde é professor titular, ainda contribuiu como chefe do DTA, pró-reitor de Extensão e Cultura e diretor-presidente da Fundação Arthur Bernardes, além de outras funções administrativas.

Como destacado em seu currículo Lattes, Paulo também participa de conselhos editoriais (como do Boletim do Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos, da UFPR, e da Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas, da USP) e comitês, comissões e câmaras científicas (como o Comitê Assessor do CNPq na área de Ciência de Alimentos, a Comissão Técnico-Científica de Assessoramento em Alimentos Funcionais e Novos Alimentos da Anvisa e a Câmara de Agricultura da Fapemig). Ainda é vice-presidente da sbCTA e integrante do conselho administrativo e científico e diretor científico do International Life Sciences Institute no Brasil.

Prêmio André Tosello

Prêmio André Tosello, instituído no início da década de 1990, é concedido pela sbCTA a cada dois anos, com o objetivo de incentivar a pesquisa científica e o desenvolvimento de tecnologias na área de Alimentos. Seu nome homenageia a vida e obra de André Tosello, fundador da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp, a primeira da América Latina.

Mais informações podem ser obtidas no site da Sociedade.

Divulgação Institucional


Equipe de Desenvolvimento Web/UFV - 2013 - Mantido com Wordpress